Buscar
  • Tiago Vasconcellos

Benefícios da Osteopatia para o público 60+

Se você tem mais de 25 anos, encare: estamos envelhecendo. Uns mais rápido, outros menos, mas estamos.

E quanto mais velhos, mais evidenciam-se os problemas em nossos sistemas musculoesquelético, vestibular, auditivo e visual, que enfrentam todas as nossas escolhas.

Mas, independentemente delas, há um desgaste natural que torna nossos corpos menos resistentes e mais propensos a lesões. A estabilidade e os reflexos tendem a ficar cada vez mais lentos, agravados por episódios de vertigem, ocasionando mais quedas e mais lesões. A perda do equilíbrio é assunto sério, visto que é um dos fatores que mais causam acidentes de pessoas idosas, alguns deles até fatais. As mulheres têm um fator de risco adicional devido a perda óssea associada a menopausa.

Mas como prevenir esse quadro? Vale reforçar a base de tudo: alimentação e sono de qualidade, exercícios físicos e ingestão adequada de água. Isso é um ótimo começo. Promover a recuperação funcional vai depender de estímulos disciplinados, que devem ser feitos por toda a vida.

O tratamento osteopático tem diversas frentes e atribui muita qualidade de vida aos pacientes idosos. As manobras promovem melhora no tecido miofascial e na mobilidade, auxilia no desenvolvimento de flexibilidade, ajuda a preservar as articulações, ajusta o sistema musculoesquelético e combate dores.


A osteopatia também vem como uma forma de tratar posturas viciosas, que dificultam muito a vida da população idosa, que nessa altura podem ter evoluído para lombalgias, cevicalgias e outras disfunções na coluna. Mas é preciso combinar o tratamento osteopático com atividades físicas.

Alguns exercícios como como Tai Chi, Pilates, Yoga e Dança trabalham com sucesso o equilíbrio, a noção espacial, o deslocamento e ajuste fino do movimento, chamadas, por essa razão, de tridimensionais. Treinos de musculação são altamente recomendados pela eficiência na recuperação de massa muscular. Treinos na água, como natação e hidroginástica também trabalham de maneira tridimensional, além de evitar lesões por quedas.


Esses são apenas alguns exemplos. Certamente você acabará encontrando uma atividade física que se encaixe nas suas preferências.

Tiago Vasconcellos

Crefito 76397-F

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

© 2019 Por Relevium Osteopatia